Profissionais de Beleza

4 novos hábitos dos salões de beleza que devem permanecer após a pandemia

Conheça 4 novos hábitos dos salões de beleza que devem permanecer após a pandemia.

salão de beleza
Por Redação em 6 de abril de 2021

A procura pelos salões de beleza aumentou consideravelmente sempre que houve reabertura, ainda que parcial, dos estabelecimentos. Isso evidenciou o quanto o profissional de beleza realiza um serviço muito importante para a sociedade.

Após meses improvisando cuidados com os cabelos, unhas e pele, os clientes hoje valorizam ainda mais esses profissionais, mas voltar em meio à pandemia não tem sido uma tarefa fácil. Novos hábitos foram adotados, os costumes foram modificados e muitas dessas medidas devem continuar em inúmeros salões de beleza, na busca pela qualidade do serviço e pelo bem-estar dos clientes.

Proteção em primeiro lugar

Equipamentos de proteção individual (EPI), álcool em gel, termômetros a laser, luvas e até tapetes sanitizantes se tornaram muito mais presentes nos salões de beleza e alguns devem permanecer no pós-pandemia. Isso porque eles não servem somente à proteção contra o vírus, mas agem no combate aos malefícios disseminados por produtos químicos e cheiros fortes, protegendo as vias respiratórias e as mãos.  É o caso da máscara  facial, das luvas, do hábito de lavar as mãos constantemente e do uso de álcool em gel.

Além disso, outras ações devem permanecer em alta como agendamento de clientes com maior espaço entre os horários, compartilhamento de conhecimento nas redes online, entre outras atividades do salão.

Skincare em alta

Em consequência da pandemia, muitas empresas e marcas investiram em sua presença nas redes sociais, demonstrando que o mercado de beleza  é rico e fundamental. Um grande exemplo disso foi a alta do skincare: os queridinhos cuidados com a pele. A ideia de criar uma rotina para manter a pele saudável, hidratada, suave, luminosa e jovem por muito mais tempo deve permanecer mesmo depois da pandemia. E se engana quem acha que esse é um hábito somente para dentro de casa.

Cada vez mais, os salões de beleza encontram formas de transformar o skincare em serviço, seja oferecendo uma sessão de cuidados com a pele, seja disponibilizando como uma pequena cortesia atrelada a outros atendimentos ou ainda ensinando aos clientes como o processo deve ser feito.

Compras online

Outro hábito que deve permanecer após o fim da pandemia diz respeito a como compramos produtos de beleza. Antes da crise do coronavírus, costumávamos ir em lojas especializadas na área para adquirir produtos de qualidade. Hoje, conseguimos comprar tudo o que precisamos com apenas alguns toques na Internet. A venda on-line teve uma alta considerável e, com certeza, trouxe mais facilidade aos consumidores.

Dica bônus para os profissionais de beleza: não é necessário lançar um site para vender online. Pelo contrário, os consumidores podem comprar via Whatsapp, Instagram, Facebook, entre outras plataformas.

Produtos naturais

Aromas, essências e produtos naturais se tornaram aliados para enfrentar rotinas cheias de ansiedade e incertezas. Muitas pessoas começaram a aderir a esses recursos, entre os quais muitos tem como proposta a preservação de animais e da natureza como um todo. Com esse pensamento, máscaras faciais com ativos calmantes e banhos relaxantes com ervas que induzem ao sono tiveram um crescimento no número de pedidos, o que demonstra também a preocupação do cliente com o meio ambiente e uma rotina de bem-estar.

Um profissional de beleza não pode perder as tendências do mercado. Se torne membro da lista privativa Beauty Fair e acesse dicas, sugestões e conteúdos exclusivos  clicando aqui!